Lula tem razão: governo de Israel faz um genocídio do povo palestino em Gaza

A histórica declaração do presidente Lula em Adis Abeba, na Etiópia, deixou ainda mais claro e evidente o genocídio praticado pelo governo Netanyahu contra o povo palestino.

Ao comparar as práticas criminosas do regime sionista com os métodos nazistas do Holocausto, apontou para o mundo, de forma muito clara, a dimensão da tragédia humanitária em curso.

A mensagem do mandatário brasileiro foi direta: o Estado de Israel não pode usurpar e desrespeitar a memória judaica do sofrimento nos campos de extermínio para agredir, de forma semelhante, a um outro povo.

Contra as palavras do presidente Lula, erguem-se as vozes mais reacionárias do planeta e de nosso país, cúmplices do genocídio comandado pelo governo Netanyahu.

Em solidariedade ao líder do povo brasileiro, subscrevemos esse manifesto.

Presidente Lula, ao seu lado estão os povos do mundo, as forças democráticas e o que a humanidade tem de melhor.

Assine o Abaixo-assinado!

    *obrigatório

    Ao assinar esse abaixo-assinado, você concorda com a nossa política de privacidade.

    Visits: 142306

    WhatsApp
    FbMessenger
    WeChat
    VK